Mafra Carbonieri apresenta romance com protagonista advogado no Clube de Leitura da Apamagis de maio

14 de abril de 2021

Escritor premiado, titular da cadeira 26 da APL (Academia Paulista de Letras), desembargador aposentado e frequentador assíduo do Clube de Leitura da Apamagis, José Fernando Mafra Carbonieri estará no centro do debate da próxima edição do evento para apresentar seu novo livro, “Um Estudo em Branco e Preto” (editora Reformatório).

O encontro será realizado no dia 4/5 (terça-feira), às 19h, por meio da plataforma Zoom, com mediação da magistrada Danielle Martins Cardoso. Os associados já podem fazer a inscrição encaminhando nome completo e número de celular para clubedeleitura@apamagis.org.br.

Dono de comentários sempre aguardados por seus pares no Clube de Leitura da Apamagis, Mafra Carbonieri dessa vez irá responder às questões dos colegas, falar de sua trajetória na literatura e principalmente sobre a obra, que também carrega em suas páginas algo da experiência do autor no mundo jurídico.

Antes de se tornar desembargador, Mafra Carbonieri foi promotor público (1961-1985), professor de Direito Penal (1962-1967) na atual Unitoledo, de Presidente Prudente, e juiz de Direito do Tribunal de Alçada Criminal de São Paulo (1985-1990). Sua aposentadoria na Magistratura ocorreu em 1990.

O protagonista de “Um Estudo em Branco e Preto” é um advogado criminalista. Profissional prestigiado no passado por ter defendido políticos corruptos, dono de uma cultura invejável e aparentemente cordato e gentil, ele esconde uma outra faceta, a de um sujeito esquizofrênico, que nutre o desejo de matar sua mulher.

A política moderna permeia toda a história e a partir dela são feitos julgamentos de toda a sociedade e seus atores. Há julgamento e castigo na obra de Mafra Carbonieri, mas há também compaixão, revolta, surpresa, escárnio e ironia, sempre tratados com lirismo.

Escritor premiado
Aos 85 anos, Mafra Carbonieri recebeu mais de dez prêmios literários nacionais e internacionais. É autor de contos, novelas, romances, poemas e livros infantis. Tem outras duas obras inéditas: o romance “O Abismo” e “Peripécias”, para crianças.

Atuou no magistério nas décadas de 50/60, ministrando aulas de literatura e língua portuguesa no Colégio São José, na Sociedade Civil de Educação “Guedes de Azevedo” e no Instituto de Educação “Ernesto Monte”, na cidade de Bauru, Interior de São Paulo. Em 1960, ocasião da 1ª edição de “Obra Poética”, de Fernando Pessoa, destacou-se como o primeiro professor no Brasil a incluir o nome do poeta português em um plano de curso de literatura e a estudá-lo em aulas sequenciais.

Próximo encontro
O próximo Clube de Leitura da Apamagis será em 1º/6 e terá como tema “Memórias do Subsolo”, de Fiódor Dostoiévksi, com a convidada Elena Vássina, professora russa de literatura.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

  • A peça “O Deus de Spinoza”, de autoria do ex-presidente da Apamagis e da AMB Régis […]

  • A Apamagis sorteará no dia 29/4 para dez associados ajuda de custo de U$ 500 […]

  • A Apamagis quer saber a opinião dos associados, associadas e dependentes sobre a criação de […]

NOTÍCIAS RELACIONADAS