Inscrições para participar desta 13ª edição já estão abertas e podem ser feitas no site da Amaerj

10 de junho de 2024

Até o dia 31/7, magistrados de todo o País poderão se inscrever para o 13º Prêmio Amaerj Patrícia Acioli de Direitos Humanos. A premiação de 2024 foi lançada pela Associação dos Magistrados do Estado do Rio de Janeiro na noite de segunda-feira (3/6), ocasião em que a Apamagis esteve representada pelo seu presidente, Thiago Massad.

A premiação tem quatro categorias: Trabalhos dos Magistrados, Trabalhos Acadêmicos, Práticas Humanísticas e Reportagens Jornalísticas. Os trabalhos não poderão ser encaminhados por e-mail, mas, sim, anexados em arquivo PDF, após o preenchimento da ficha de inscrição que se encontra no site www.amaerj.org.br/premio/ (clique aqui). Um júri integrado por especialistas nas quatro áreas selecionará os vencedores. Confira aqui o regulamento.

Haverá cinco finalistas por categoria. O primeiro lugar de cada uma delas, exceto a de Trabalhos dos Magistrados, receberá R$ 17 mil; o segundo, R$ 12 mil; o terceiro, R$ 6 mil e duas menções honrosas. Na categoria Trabalhos dos Magistrados, os três primeiros colocados receberão apenas troféus.

Prêmio

Criado em 2012, o Prêmio homenageia a memória da juíza Patrícia Acioli, assassinada por policiais militares em 2011, quando era titular da 4ª Vara Criminal de São Gonçalo. A premiação tem o objetivo de identificar, disseminar, estimular e homenagear as ações em defesa dos direitos humanos, dando visibilidade a práticas e trabalhos na área. O Prêmio tem apoio do TJRJ e da Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro (Emerj).

*Com informações da Amaerj

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

  • A Apamagis (Associação Paulista de Magistrados), em relação às diligências realizadas nesta data, referentes à […]

  • Na próxima semana, dia 26/6, o Departamento Feminino e de Ação Social promoverá um almoço […]

  • O Jantar do Dia dos Namorados, planejado pelo Departamento Feminino e de Ação Social da […]

NOTÍCIAS RELACIONADAS